domingo, 9 de junho de 2013

É muito fácil encontrar o caminho


          No segundo preceito de um livro zen- budista há um Kooan, denominado "Shidô-bunan". O mestre Masaharu Taniguchi faz a sua interpretação e é o Kooan de minha preferência. Sempre que me defronto com algum problema lembro-me dele.
         Shidô Bunan significa "É muito fácil encontrar o caminho". Por "caminho" pode-se entender a Verdade ou a solução de um problema, mas não podemos concordar que seja tão fácil encontrarmos a solução de um problema. Então, de que forma se torna fácil? Eis a questão.
        Para que o caminho seja facilmente encontrado, existe a condição de não fazermos escolhas. Chegarmos ao caminho é muito fácil, mas não devemos ter a mente que faz a escolha entre uma e outra alternativa. A mente que faz escolhas é a mente que diz "gosto disto e não gosto daquilo".Portanto, se não tivermos esta mente será fácil encontrarmos o caminho.
        Ao nos defrontarmos com um problema de difícil solução, devemos enfrentá-lo abandonando totalmente "nossa posição", ou melhor, sem ter preferência.
         Mesmo numa discussão, enquanto ambas as partes estiverem asseverando que estão corretas, não chegarão a uma conclusão. Quando ambas as partes deixarem de achar que estão corretas, prontamente chegarão a um consenso(fantástico e verdadeiro isso...).
     Quantas vezes doutorandos não estão em meio às suas pesquisas, e através de experiências obtém-se um resultado inesperado e ficam decepcionados pensando que fracassaram, que  perderam anos de pesquisas. Quando porém se desprende das expectativas e idéias que se possuía e examina o resultado da experiência, percebe que aquilo que pensava ser o fracasso, era uma grande descoberta, podendo assim concluir sua tese de doutoramento. Se, naquela hora, não tivessem se afastado de suas idéias e reavaliado o resultado da experiência, certamente não teriam conseguido elaborar sua tese, pensando que a experiência tivesse falhado, apesar de ter sido um grande sucesso. Podemos constatar isso através de grandes vultos da história e suas descobertas.
          Quando vemos algo ou pensamos sobre algum fato, sem querer o fazemos presos a diversas "ideias fixas", tais como preconceito, senso comum ou ideia comum da sociedade.
          Enquanto agirmos presos a uma "ideia fixa", o nosso pregresso será muito lento e não conseguiremos resolver os problemas.
          Desprender dessa "ideia fixa"é abandonar a mente que tem preferências". Então encontraremos o fio da meada para a solução de nossos problemas. A mente relativa que faz escolhas ou que tem preferências surge quando possuímos uma medida (ideia fixa) , mas, livrando-se dessa medida, desaparece essa mente. Quando abandonamos nossa medida, crescemos muito mais.
          Para progredirmos e aumentarmos nosso valor, precisamos treinar sempre a fim de conseguirmos domar a "mente que tem preferências".

Texto baseado no livro A Prosperidade está na mente - K T

************
Nas Constelações Familiares e Organizacionais esta solução aparece se o constelador estiver totalmente "no vazio das ideias", do preconceito de certo ou errado. 
Buscamos a solução para aquele cliente naquela situação. A alma sabe o caminho e a melhor solução, e, mesmo que desagrade o constelado...aquela é a solução ideal para ele.
Através dela ( solução apresentada) o cliente pode ficar em paz,  seguir e confiar!
Mas se estiver com a mente "cheia de preferências" não enxergará a solução como a ideal para ele , afinal, não estará de acordo com o seu "querer"...
Por isso que neste trabalho não há necessidade de sessão/entrevista anterior  e  poucas perguntas sobre o tema do cliente são elaboradas....e nos deixamos seguir com a alma e o sistema do cliente.
Esta situação é igual em nossa vida ordinária: estando vazio de preconceitos e de ideias...a solução aparece, com menos sofrimentos e mais soluções! Novamente ressalto que uma das ferramentas necessárias para estarmos vazio é a m-e-d-i-t-a-ç-ã-o diária.
Uma bela semana à todos vocês, meus queridos leitores.
Taís
          

5 comentários:

  1. Especialissimo para terminar o domingo e iniciar uma otima semana. Percebo que é sempre a espectativa que nos engana...preocupados com ela esquecemos de esvaziar!!!!!! Boa!

    ResponderExcluir
  2. Maria Henriqueta Costa Bruno11 de junho de 2013 11:38

    Muito lindo e verdadeiro!!!!!! O difícil é esvaziar a mente e as idéias fixas fruto de muitos anos e circunstancias, porém concordo que esvaziamento de si mesmo vai de encontro com a nossa alma. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Henriqueta...que coisa boa voce por aqui... Há tanto tempo não nos vemos. Obrigada e gostei de sua percepção. Abração

      Excluir
  3. Confio tanto em você e percebo que sempre é escrito aqui sobre a meditação...e por isso resolvi buscar. Esta sendo ótimo "dar um pouco de paz" para minha cabeça. Obrigado

    ResponderExcluir
  4. Bom dia! Tais. Estou encantada com a constelacao. Muito obrigada por esta maravilhosa oportunidade. Bjs e um excelente dia. Marilize

    ResponderExcluir